em Cerpolo, Noticias

                O Policloreto de Vinil (PVC) é um plástico, onde é composto mais por sal marinho (57%) e apenas 4% de sua formação é por petróleo. Isso o torna um material leve e de fácil reciclagem, podendo gerar variadas aplicações, sendo que esse processo é tão antigo quanto sua fabricação, o tornando um processo viável e econômico. Por conta de suas propriedades, o PVC pode ser reciclado de três maneiras:

                – Reciclagem Mecânica: é o sistema mais comum, levando-se em conta a composição do material, pois pode ser industrial ou à partir de detritos. Mas em ambos os casos, os materiais são selecionados, triturados e transformados em novos produtos. O que difere o processo de reciclagem de PVC industrial do residual, são as etapas para a obtenção de um novo produto, que muitas vezes conta com a limpeza de sujeiras do pós-uso;

                – Reciclagem Química: nesse caso, o produto é exposto à produtos químicos em diversificadas temperaturas e pressão, fazendo com que ele se decomponha, transformando-o em óleos e gases. Mas esse processo é mais utilizado na Alemanha e Japão;

                – Reciclagem Energética: ocorre com a queima controlada do produto, para obter novamente sua recuperação da energia contida no material.

                Já no Brasil, a reciclagem do material vem crescendo gradualmente, sendo que a taxa já atinge 19%, aproximando-se da União Européia com 24,1%.

E se você procura uma empresa de qualidade, que trabalhe com materiais em PVC, a Cerpolo atua há anos no mercado, com a colocação de forros e divisórias nesse material, além de drywall e brises, tornando seu projeto mais completo e moderno. 

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar