em Cerpolo, Noticias

                A lã de vidro é composta pela mistura líquida de sílica, carbonato de sódio, sulfato de sódio e potássio e carbonato de cálcio e magnésio. Esses materiais servem para vitrificar, estabilizar e dar resistência ao produto final. Antes de se tornar a lã, é feita uma manta de fibras, no mesmo processo que a lã de rocha, onde o líquido é filtrado por um equipamento que vai transformá-lo em uma fibra fina, e para se tornar a lã, eles são entrelaçados em forma de uma manta.

                 O rolo desse material pode ser vendido em formato de manta ou painéis, com diferentes densidades e espessuras, para cada tido de necessidade. Ela também pode ser mais maleável ou rígida, dependendo da aplicação a qual será feita. Existem diversas vantagens em torno da lã de rocha, as quais:

              – Leveza do material, facilitando corte e manuseio;       

              – Não propagam chamas, evitando o risco de incêndios;             

              – É um ótimo isolante termo-acústico;  

              – Sua resistência à umidade evita a proliferação de bactérias, fungos e mofo;  

              – Não fica comprometido se exposto à maresia;             

              – Não deteriora, não apodrece e não cede à ação de roedores;

              – Sua performance não diminui com o passar do tempo;

              – Ajuda a diminuir o uso de ar condicionado por ser um isolante térmico;           

              – Não é um material cancerígeno, ou seja, não representa risco para a saúde;

              – É comumente usado em construções civis por conta de todas suas vantagens;

              – É um material viável e duradouro, acabando por ser econômico.

              Uma das aplicações de lã de vidro nas construções, é como forro. E se você procura aplicar o mesmo, a Cerpolo garante o serviço, além de instalar brises, divisórias e drywalls, em excelentes materiais. Tudo para que seu projeto fique impecável. 

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar