em Geral

É comum que haja muitas dúvidas na hora de construir ou reformar. O material a ser utilizado no forro é uma delas. Utilizados para proteger os ambientes, proporcionando conforto térmico e acústico, os forros são mais que um revestimento, importantes que qualquer construção.

O forro de madeira, esteticamente traz mais conforto e um acabamento clássico ou rústico. A madeira, um dos materiais de utilização mais antigo nas construções, até hoje é bastante procurado. Além de proporcionar diversos benefícios como durabilidade e qualidade acústica, ainda deixa o ambiente mais aconchegante e bonito.

 

Vantagens

 

  • Instalação: O forro de madeira possui uma instalação simples, com ripas pregadas ou parafusadas a distâncias regulares em uma estrutura auxiliar ou direto na laje. Modelos com encaixe do tipo macho e fêmea podem tornar a instalação ainda mais simples.
  • Flexibilidade: Quem opta pelo forro de madeira em sua construção tem como vantagem a possibilidade de combinar o material com diversos elementos de decoração. Enquanto o forro escuro oferece estilo, sensação de conforto ao ambiente, as madeiras claras são ótimas para deixar o ambiente mais iluminado e moderno. Recortes em diferentes formas e garantia contra infiltrações também é uma característica vantajosa da madeira.
  • Isolamento térmico e acústico: Ideais para estabelecimentos como auditórios, teatros, salas de reunião, escritórios e hotéis, pois são ambientes que necessitam de um bom isolamento acústico. Quanto ao isolamento térmico, em dias de verão é possível ficar dentro do ambiente sem ar-condicionado. No inverno, consegue-se manter as características do ambiente, fazendo com que não fique tão frio.
  • Conforto: O acabamento estético e a sensação de aconchego que o forro de madeira proporciona é uma das justificativas mais usadas pelos clientes que procuram por esse material.

 

 

Instalação

 

O forro de madeira é composto por réguas que quando instaladas são alocadas lado a lado e presas nas vigas que compõem o telhado. Nessa etapa do processo é possível ainda esconder os pregos ou parafusos, embutindo-os. As réguas são fixadas com pregos ou parafusos na estrutura do telhado. Para garantir o desempenho do forro, as vigas e caibros devem ser travados adequadamente, tendo os tarugos bem nivelados.

Em algumas execuções, utilizam-se peças com encaixe saia-e-blusa, que nada mais é que uma tábua mais larga embaixo de outra mais estreita, resultando em dois níveis que formam um canal. Porém, o tipo mais usado é o macho-e-fêmea, em que uma peça com saliência se encaixa em outra com uma abertura. Em alguns casos, utilizar o forro em uma das paredes também é uma boa ideia. A parede se liga ao teto, dando uma impressão de continuidade.

 

 

Manutenção

 

Para uma melhor durabilidade da madeira, recomenda-se a aplicação de verniz, stain ou tinta a cada dois anos. Boas opções de forros de madeira são as réguas de cedrinho, angelim, perobinha e jatobá, por serem resistentes as ações dos cupins. É preciso mão-de-obra especializada para que o serviço fique perfeito.

A principal função do verniz é proteger forros, portas, esquadrias e móveis de madeira da exposição do sol e da chuva, além de deixá-la mais bonita. O produto também conserva e aumenta a durabilidade da madeira. A vida útil da peça pode ser prolongada em até quatro vezes com seu uso. Já uma peça sem verniz, torna-se mais frágil.

Deve ser levado em consideração o local onde a peça estará exposta para a escolha do verniz mais adequado. O forro, por exemplo, pode ser pintado com um verniz marítimo, que tem menos filtro solar. A pintura de uma peça de madeira com verniz é simples. É preciso uma trincha de duas polegadas e uma lixa para prepará-la antes de receber o produto.

Se a madeira estiver com camada de verniz envelhecida, será necessário utilizar um removedor antes de lixar e aplicar o produto. Fazendo a manutenção, mesmo que a peça não esteja danificada, terá uma duração muito maior e não será necessário substitui-la.

 

 

Utilidades

 

O forro de madeira é uma ótima opção para encobrir encanamentos, fiações elétricas, vigas, etc. São esteticamente bonitos e proporcionam conforto térmico e acústico. A versatilidade também chama a atenção, pois pode combinar com um ambiente rústico ou moderno, dependendo da forma que for utilizado. Casas de praia, de campo ou até mesmo as residências urbanas ganham requinte e bom gosto.

Os lambris, comumente são produzidos de madeiras resistentes. A madeira pré-lixada e seca em estufa garante que ela não fique arqueada ou sofra deformações no futuro. Um forro bem projetado levará em consideração: a estética, retenção de temperatura e luminosidade. É necessário que se analise o ambiente criteriosamente para saber qual o melhor material a ser escolhido.

Fiação elétrica, iluminação embutida, lustres e pendentes deverão ter suas instalações planejadas com antecedência. Madeiras claras precisam de menos lâmpadas e dão a sensação de amplitude, além de deixar o ambiente mais moderno. O forro de madeira escura necessita de mais cuidado com a iluminação. O posicionamento de portas e janelas influenciam, para evitar o risco da casa se tornar excessivamente sombria. É importante observar se todas as vigas de sustentação foram medidas e colocadas corretamente: elas devem estar perfeitamente alinhadas e seguras.

 

 

Iluminação

 

Geralmente, os projetos luminotécnicos são feitos para forros em gessos. Quando surge um projeto em que o forro é de madeira, o desafio se torna maior. Quem opta por forro de madeira é porque gosta da estética, deixando a cor da madeira evidente, então as luminárias não poderão ser no acabamento branco. O ideal é que se utilize um acabamento escuro, como preto ou marrom.

Uma dica de praticidade em obra, caso opte por luminária embutida, é escolher luminárias em formatos redondos, ou o furo do encaixe redondo, mesmo que a moldura seja quadrada. O recorte quadrado na madeira exige muita habilidade e delicadeza. Para o recorte redondo, o instalador pode utilizar uma serra copo no diâmetro específico.

Quando não houver a possibilidade de fazer furos no forro, pode-se optar pelos spots externos. É importante manter o mesmo detalhe de cor de acabamento, sendo preto ou marrom. Outra possibilidade é a utilização de spot com trilhos. É uma espécie de calha eletrificada que permite que vários spots percorram a extensão desse trilho. Quando houver alguma mudança, como o lugar do quadro na parede, é só correr o spot no trilho e redirecioná-lo.

 

 

Forro de madeira em Curitiba

 

A Cerpolo atua junto aos seus clientes, ajudando na criação do projeto e aplicação de fachadas, contando com materiais de alta qualidade. Fundada em abril de 1985 a CERPOLO vem se destacando no mercado de instalações atuando na distribuição e na execução de mão de obra especializada e qualificada no segmento de Forros, Divisórias, Fachadas, Revestimentos, Brises, Rodapés, Portas Sanfonadas, e Isolamento Térmico, Acústico e Drywall.  Não pense duas vezes: Consulte a Cerpolo. Estamos localizados na Rua Diogo Mugiatti, 1299 – Boqueirão. Curitiba – PR, CEP 81.730-360. Ou ligue para: (41) 3029-4367.

 

*Esse post é apenas informativo. A Cerpolo não trabalha com esse tipo de material.

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar