em Cerpolo, Noticias

                Ambas as alternativas tem suas vantagens e desvantagens, algumas vezes deixando-as equiparadas na hora da escolha. A alvenaria é o meio mais comum e clássico para fazer uma reforma, construção ou divisórias, e já o drywall, é o mais rápido, fácil e limpo. Portanto, na hora de escolher o material ideal, é bom conhecer os prós e contras de cada opção.

                ALVENARIA: Vantagens

                – Material mais barato e menos diversificado, e menor gasto com revestimento e mão de obra, trazendo economia nos custos;

                – Flexibilidade e versatilidade, encurtando o tempo de mão de obra;

                – Liberdade no layout, trazendo uma estética mais moderna;

                – Sua execução é simples, gerando fácil coordenação e controle;

                – Sua integração com subsistemas elimina interferências.

                Desvantagens

                – Dificuldade na hora de executar mudanças não planejadas, pois é preciso a quebra gerando maior trabalho, caso tenha que ser reparada;

                – É preciso um grande planejamento e supervisão da obra, desde o projeto até sua execução;

                – É necessário treinamento da equipe que fará a construção;

                – Por ser estrutural, ela não pode ser removida, pois é o esqueleto da obra.

                DRYWALL: Vantagens

                – Sua montagem é rápida e fácil, pois sua estrutura pode ser metálica ou em madeira, composta apenas por barras verticais e horizontais, perpendiculares entre si. Então as placas de drywall são encaixadas nessas estruturas;

                – É uma construção mais econômica, gerando o mínimo desperdício. Além de ser um material re-aproveitável, tanto as placas quanto a estrutura;

                – É um material de fácil moldagem, podendo criar estruturas curvas, recortes e nichos com maior perfeição e acabamento;

                – Facilita a manutenção de sistemas hidráulicos e elétricos, pois é necessário apenas fazer o recorte no local desejado, e a reposição da placa, pode ser feita com facilidade sem precisar a compra de materiais;

                – Por ser um material leve, ele não pesa na estrutura;

– Garante maior flexibilidade de alterações, gerando gasto pouco notável;       

– Garante ótimo isolamento termo-acústico, além de não gerar propagação de fogo em casos de incêndio.

                Desvantagens

                – Sua leveza também é sinônimo de um material menos resistente, principalmente por ser feito de gesso acartonado. Impactos muito fortes, podem acabar rachando, quebrando ou amassando o material;   

                – É necessário mão de obra especializada, pois se a pintura for feita pelos mesmos profissionais que a aplicaram, o custo pode ser mais alto. Mas se for feita por profissionais separados, o gerenciamento da obra tem que ser maior;

                – A utilização de pregos e parafusos pode ser difícil, começando por sua baixa resistência e pela estrutura que a segura, muitas vezes atrapalhar o processo;

                – É um material exclusivo para o uso interno de construções, não sendo indicado para vedações externas e de edificações, justamente pela baixa resistência.

                Mas se você procura uma empresa de confiança para fazer a aplicação de drywalls, a Cerpolo garante um serviço de qualidade desde a projeção, trabalhando também com divisórias, forros e brises. Tudo para que sua construção fique impecável.  

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar